Doenças Leidiana Torres

Sintomas de Meningite: O que é? Causas e Tratamentos

A condição de saúde é um dos fatores mais importantes na vida de todos. Por isso, você deve ficar atento. O adoecimento que se dá na estrutura cerebral é um dos mais graves, e mais importantes do meio médico.

Esse adoecimento é o que ocorre nos casos de meningite, que não são muito comuns hoje em dia, mas ainda podem ocorrer. Se não tratada, essa doença pode levar a um quadro muito grave, com riscos efetivos de vida.

Para entender mais sobre a meningite e tirar todas as suas dúvidas, acompanhe o conteúdo a seguir. Assim, você entende o que é a doença, quais são os sintomas do seu aparecimento e como ela pode ser tratada.

O que é a meningite?

Nosso cérebro coordena a maioria das funções do nosso corpo. Apesar dessa evidente importância, ele é um dos órgãos mais sensíveis de todos os sistemas. Por essa razão, o cérebro está revestido por três camadas, que desempenham um bom trabalho em termos de proteção.

As complicações podem se iniciar quando essas membranas de revestimento inflamam. Vale pontuar que essas membranas revestem também a medula espinhal, e pode acontecer uma infecção tanto na área da cabeça quanto na área da coluna. Quando isso ocorre, temos um caso de meningite.

Deve-se pontuar que essa infecção ocorre por transmissão por partículas de ar. De fato, se você parar para analisar, esse fator instaura um risco muito grande para a população em geral. É por isso que foi desenvolvida uma vacina, que tem ótima atuação contra a maioria das infecções.

Se tratada rapidamente, os casos de meningite podem desaparecer no máximo em algumas semanas. O problema é realmente a gravidade da doença, que precisa ser levada em consideração. Podemos considerar a meningite uma doença bastante grave.

Causas da meningite

Como já falamos, a meningite é uma infecção poderosa. Ela pode ser contraída apenas por estar no mesmo local de uma pessoa contaminada, uma vez que se dá pelo ar. Entretanto, você deve tomar cuidado para não achar que qualquer um essa sujeito a pegar essa doença.

Além do ar, qualquer objeto compartilhado pode passar essa doença. Beber água de alguém que está com a condição também é arriscado. Você deve notar que existem três tipos de infecção: viral, bacteriana e fúngica. A gravidade da meningite vai depender também do tipo de infecção, sendo a bacteriana a mais grave.

Existem fatores de risco que agravam muito o quadro. Se você não tomar a vacina, com certeza estará em um grupo de risco de contração. Geralmente, essa vacina é dada no período de desenvolvimento da criança.

Outro fator de risco que podemos identificar é a baixa imunidade. Na realidade, pessoas com imunidade muito baixa podem acabar contraindo uma série de doenças. Na prática, o que varia é a gravidade da condição. Como estamos falando de uma doença grave, ter imunidade baixa em níveis clínicos pode te colocar em grande risco.

Sintomas da meningite

O sintoma mais perceptível da meningite é uma dor de cabeça muito forte. Também pode haver a presença de febre, que geralmente impressiona pois é muito alta. É comum que o paciente sinta uma grande sonolência com essa dor de cabeça intensa.

A pessoa que está infectada pode acabar tendo um enjoo grande, seguido de vômito. É comum que, com essas náuseas, a pessoa perca grande parte de seu apetite durante o dia. Esse é um fator ao qual você pode ficar atento, se estiver associado com as dores de cabeça.

Como a infecção de meningite pode atingir partes da medula, a pessoa geralmente apresenta uma rigidez fora do comum no pescoço. Isso se caracteriza como uma dificuldade de mexer a região, assim como dores e incomoda intensos.

Em casos mais graves, em que a doença já está avançando, é comum que o paciente relate um nível grande de confusões mentais e dificuldades para manter a concentração, mesmo nas atividades mais simples. Os sintomas cognitivos podem variar, mas geralmente são bastante presentes.

Um dos dados importantes é o período de incubação da meningite. Os primeiros sintomas começam a aparecer em algumas horas depois da contaminação. O período de agravamento é rápido. Você deve tomar cuidado para não confundir os primeiros sintomas com uma gripe, que possui febre e dores de cabeça. No caso da meningite, essas dores são muito mais intensas.

Tratamento para meningite

O tratamento vai depender do tipo de infecção que se apresenta. Como as infecções virais não são combatidas com medicamentos específicos, o tratamento é mais para redução dos sintomas. Um antiviral pode ajudar a fortalecer o seu sistema imunológico.

O médico ainda pode receitar alguns medicamentos para redução da febre e das dores, que normalmente são analgésicos e antitérmicos. Fora isso, o paciente precisará esperar a doença passar.

O caso mais grave é realmente quando a meningite é bacteriana. O médico começará um tratamento com antibióticos, que podem ser administrados mais rapidamente por aplicação venosa. Como a evolução da doença é rápida, o recomendado é permanecer em internação com o tratamento, evitando também contato com agentes agravantes.

Leidiana Torres

Sobre o autor | Website

Bacharel em Enfermagem e fundadora do Mente Sã Corpo São. Contato: leidianatdn@gmail.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.