Remédios Naturais Leidiana Torres

Os 10 Remédios Caseiros Para Asma Que Não São Divulgados

Especialistas em saúde consideraram a asma como uma doença pulmonar aguda ou crônica. Isso causa dificuldade em respirar e o fluxo inadequado de ar em seus pulmões contribui para ataques de asma. A doença debilitante afeta crianças e adultos. Alguns dos remédios caseiros incluem consumo de café, ingestão de leite e outros produtos diários, ácidos graxos ômega-3, vitamina C e E, folhas verdes e mel, açafrão, gengibre e alho.

O que é asma?

Sintomas da Asma

Alguns dos sintomas comuns associados à doença são:

  • Aperto do tórax
  • Tosse
  • Falta de ar
  • Sibilância

Causas da Asma

Vários estudos sobre asma concluíram que a condição climática, as infecções, a alergia e a poluição do ar desencadearam seu ataque. Se não for dado o tratamento certo, poderia piorar – especificamente em crianças.

A doença é comum e pode afetar sua vida diária e é por isso que você deve optar por uma solução confiável e segura. Além disso, você pode tratá-lo através de remédios médicos e domésticos.

Remédios caseiros para asma

Remédios caseiros para asma

Remédios caseiros para asma

1. Consumir café

Estudos concluíram que a cafeína no café pode tratar um ataque de asma. É possível porque a cafeína funciona broncodilatador. Consumir uma xícara de café fresco pode limpar as vias aéreas e permitir que você respire sem obstáculos.

Além disso, o café forte pode fornecer um resultado melhor e pode controlar os ataques de asma. Você não deve consumir mais de duas xícaras de café em um dia. No entanto, você pode consultar seu provedor de cuidados primários a este respeito também em relação à sua condição.

2. Leite e outros produtos lácteos

Pode parecer incomum para você, mas os produtos lácteos podem fornecer resultados satisfatórios no caso da asma. É uma das maneiras mais nutritivas de tratar a doença especificamente para crianças. Estudos revelaram que os tipos distintivos de queijo junto com o consumo regular de leite podem impedir a ocorrência de asma em crianças.

Os produtos lácteos são carregados com probióticos. O último executa várias funções, incluindo o fortalecimento do sistema imunológico. A forte imunidade afasta os fatores internos e externos que contribuem para ataques de asma.

3. Ácidos graxos ômega-3

Numerosos estudos descobriram que o consumo de ácidos graxos ômega-3 é altamente benéfico para o seu bem-estar geral. O nutriente tem potencial para manter vários fatores prejudiciais para a saúde, sem prejudicar sua saúde.

Em caso de asma, você pode incorporar uma quantidade moderada de salmão, truta, atum, cavala e sardinha para aliviar os sintomas. Além disso, você pode colher muitos ácidos graxos ômega-3 de nozes e sementes para reduzir a intensidade da inflamação que desencadeia asma na maioria dos casos.

4. Vitamina C e E para ataques de asma

Nutricionistas sugerem que as doses adequadas de vitamina C podem ajudar a desintoxicar fatores associados a reações alérgicas. Na maioria dos casos, essas reações desempenham um papel significativo e aceleram os ataques de asma em crianças e adultos.

Devido às suas propriedades antioxidantes, a vitamina C é eficaz para aliviar a inflamação do corpo que contribui para ataques de asma. Portanto, consumir frutas como laranjasmorangoscerejas e toranjas, pois são uma fonte segura e natural para obter vitamina C.

Além disso, a vitamina E também é popular para desempenhar uma função similar. E nutricionistas considerado nozes, óleos vegetais e sementes como fontes confiáveis de consumir vitamina E. É evidente que as fontes naturais estão livres de efeitos adversos, mas você deve consultar seu provedor de cuidados primários neste contexto.

5. Verdura frondosa

Como frutas, os vegetais contêm minerais úteis e outros compostos que podem afastar os fatores desencadeantes de asma. Nutricionistas sugerem que os vegetais frondosos podem fornecer a quantidade necessária de folato – vitamina B9 ao seu corpo.

O nutriente funciona para controlar a inflamação e ajudar a limpar as vias aéreas, permitindo respirar sem obstrução. Você também pode incorporar nozes e feijão vermelho para obter o máximo de folato.

6. Mel

O mel tem sido uma parte dos remédios tradicionais para tratar a tosse e o resfriado durante séculos. Também pode proporcionar alívio para uma dor de garganta e aliviar tosse constante. Estudos modernos sobre mel concluíram que enriquecido com componentes antibacterianos; O mel pode combater várias alergias, infecções e inflamações também.

Os fatores contribuem para ataques de asma que você pode controlar através do consumo de mel misturado com água regularmente. Ele desmantela as bactérias causadoras de doenças em seu corpo impedindo você de uma condição debilitante. No entanto, os nutricionistas enfatizaram não tratar a asma crônica com remédios caseiros antes do exame adequado de sua condição de saúde.

7. Cúrcuma

A incorporação de açafrão em seus alimentos pode fornecer propriedades anti-alérgicas que podem aliviar sua condição. Juntamente com isso, o tempero foi amplamente utilizado para tratar doenças da saúde que ocorrem devido à inflamação devida. As pessoas que vivem com asma devem adicioná-lo aos alimentos, já que a açafrão pode controlar sua condição. No entanto, no caso de ataques regulares de asma, você deve optar por ajuda profissional.

8. Gengibre e alho

Gengibre e alho é uma potência de propriedades anti-inflamatórias e anti-alergia. Os nutricionistas costumam recomendá-lo às pessoas que preferem manter sua saúde através de fontes naturais. O consumo regular deles não só ajuda a impedir ataques frequentes de asma, mas também podem ajudar a reduzir inflamações corporais e alergias. Você pode adicionar gengibre ralado e alho a seus alimentos regularmente.

Além disso, você pode preparar o chá com um pedaço de gengibre fresco para aliviar os sintomas de ataques de asma. Ele fornece vários nutrientes e acelera o processo de recuperação. O chá de gengibre também contém propriedades calmantes e você pode consumi-lo para tratar a irritação do tórax. No entanto, evite o excesso de consumo de chá de gengibre e opte por conselhos profissionais antes de incorporá-lo em sua rotina diária.

9. Tratamento da figueira

Você também pode usar figos para facilitar sua saúde respiratória. Eles também podem se tornar uma fonte natural para aliviar o congestionamento do tórax, drenar fleuma e restaurar a falta de ar. Você precisará embeber figos secos em água durante a noite. Coma os figos encharcados na manhã seguinte com o estômago vazio e beba a água também. Continue seguindo este remédio por semanas para obter resultados satisfatórios. Não consuma mais de 3 a 4 figos, pois a quantidade excessiva pode prejudicar sua saúde.

10. Feijões e grãos

A obstrução do fluxo de ar em seus pulmões causa ataques de asma. Portanto, você precisa consumir nutrientes que promovam a função efetivamente. Artigos de pesquisa e numerosos estudos revelaram que o magnésio pode fazer o trabalho nesse sentido.

O mineral também é necessário para o relaxamento do músculo brônquico e permite um fluxo adequado de ar em seus pulmões. Além disso, você pode obter os níveis adequados de magnésio de grãos e grãos integrais, juntamente com verde frondoso, sementes, cacau e cerdas. Portanto, incorpore esses alimentos em sua dieta e evite fatores externos e internos de indução de asma.

Nota final

Os ataques repentinos de asma são realmente preocupantes. Você deve tomar precauções nesse contexto. Sugere-se que opte por exame profissional antes de tratar asma por meio de fontes naturais.

Leidiana Torres

Sobre o autor | Website

Bacharel em Enfermagem e fundadora do Mente Sã Corpo São. Contato: leidianatdn@gmail.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.