Estilo de vida Saúde e Bem Estar Mariza Baumbach

Qual o impacto da quarentena no convívio familiar e como lidar com a nova rotina?

Estamos vivendo um momento muito diferente de tudo aquilo que poderíamos acreditar que é real, parece que estamos em um cenário de algum filme. Um vírus que impede que possamos transitar livremente e que nos isola, além de impedir o nosso convívio com as pessoas que gostamos. Parece uma ficção, mas é real e verdadeiramente não estávamos preparados para isto.

Na primeira semana, a maioria de nós não se deu conta do tamanho do problema. estávamos mais eufóricos, com pensamentos do tipo: uns dias em casa talvez não seja tão ruim, estou precisando descansar, fazer algumas coisas que normalmente não tenho tempo. Mas a semana encerrou e a situação se perdurou. A euforia cede espaço para a preocupação, para a angústia e agonia. Não há mais a sensação de férias ou feriadão. Não podemos ir para onde desejamos, não posso estar com quem desejo, além de notícias cada vez mais aterrorizantes. O caos está formado dentro de cada um de nós e de cada casa.

O ser humano tem uma tendência natural a viver em grupo, é uma necessidade, mesmo para aqueles que gostam de estar um pouco mais sozinhos. Quando privados do nosso direito de ir e vir associado a este isolamento social, tendo toda nossa rotina alterada, podemos comprometer nossa saúde mental, além da física. Um misto de emoções parece borbulhar: raiva, tristeza, angústia, solidão, ansiedade, ou seja, um campo perfeito para que uma depressão se instale e com isto as relações dentro da mesma casa começam a entrar em desarmonia, potencializando aquilo que já não estava tão bom, ou criando novas situações para desestabilizar as relações.

Mas o que podemos fazer para evitar este processo, visto que não podemos alterar a realidade? Este é o ponto chave: preciso ter consciência do que posso e daquilo que não posso controlar. Definir isto faz com que eu assuma o controle dos meus pensamentos e não me deixe dominar por estes sentimentos tão negativos. Após esta decisão a primeira providência é estabelecer uma nova rotina, pois continuar com a antiga e tentar mantê-la é em vão. Traga a construção de uma nova rotina como um desafio, o ser humano é estimulado pelos desafios. Organizar com a família um cronograma com as atividades de trabalho, estudo, lazer, noticiários e momentos independentes pode contribuir muito positivamente. Outro aspecto importante é a negociação. Para estabelecer um equilíbrio, neste momento, precisamos estar mais flexíveis, a rigidez de comportamentos e atitudes só causará desgaste. Identificar gostos em comum e gastar um pouco mais de energia neles, mas também se predispor a aprender novas habilidades com quem está próximo de nós. Posso aprender com meus filhos como brincar com jogos virtuais, ou ainda posso aproveitar este tempo para criar um novo hobbie.

Muitas famílias estão se habituando há um tempo sem alguém para fazer a comida ou a organização da casa e talvez fiquem um pouco perdidos, mas aproveite a criatividade e faça disto um momento divertido e de cooperação. A questão do trabalho remoto e do estudo em casa pode ser encarado também como novas possibilidades e aprendizados.

O importante neste momento é estar disposto a viver um novo tempo com qualidade de relacionamentos. Coloque-se à disposição para tal e teremos muitos ganhos. Viva o presente!

Mariza Baumbach

Sobre o autor | Website

Mariza Baumbach é Analista Comportamental na área de Desenvolvimento Humano, Pedagoga e Gestora Escolar. É formada em Pedagogia pela Universidade Veiga de Almeida, com pós graduação em Gestão do Trabalho Pedagógico, pela Unigranrio. Atua há mais de 20 anos como diretora de escola. Possui também curso de especialização em Leadership and Coaching na OHIO University, e Professional e Self Coaching pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC). É palestrante e escritora. Fala sobre diversos assuntos relacionados a educação, evolução das competências e carreira.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.