Óleo Essenciais Leidiana Torres

Óleo de rícino: Benefícios, Para Que Serve E Possíveis Reações

O óleo de rícino é um componente natural muitas vezes usado para melhorar a qualidade de vida e combater determinadas condições de saúde. Por ser natural, algumas pessoas preferem apostar no óleo de rícino para acabar com complicações de saúde, evitando remédios de base sintética.

Se você ainda não conhece esse elemento natural, não se preocupe. Isso ocorre frequentemente, pois esse não é um óleo de uso muito popular, como o óleo de coco. Porém, esse componente é igualmente benéfico.

Quer conhecer o óleo de rícino? Gostou do que viu? Aqui, te ensinamos tudo sobre esse elemento, incluindo o tratamento com bases de óleo de rícino e os possíveis efeitos adversos para os quais você precisa ficar atento. Entenda mais a seguir e tire todas as suas dúvidas!

O que é o óleo de rícino?

Óleo de rícino

Óleo de rícino

Como o nome já diz, o óleo de rícino é um óleo extraído da planta da mamona. Apesar de antigamente ser usado para estimular o sistema gastrointestinal, como laxante, hoje não temos esse enfoque. Atualmente, o óleo de rícino é mais usado para fins estéticos.

Basicamente, esse óleo é composto de ácidos graxos de cadeia longa. Além disso, temos alguns componentes que fazer parte do ômega 6, um poderoso aliado de beleza para cabelos e pele. O ômega 9 também está presente nessa escrevente composição, que pode ser usada livremente.

A vitamina E, muito valorizada entre as amantes de um bom cabelo, também está na composição. Como você pode ver, são colocados apenas elementos benéficos no óleo de rícino. Deve-se pontuar que o rícino em si é um elemento tóxico para o homem, mas quando extraímos o óleo esse componente não vai junto com as vitaminas e ácidos graxos.

Agora que você já sabe exatamente o que é o óleo de rícino, vamos falar um pouco mais de seus usos e aplicações. De maneira geral, temos muitos usos voltados à estética. Entenda melhor com o conteúdo que separamos abaixo.

Para que serve o óleo de rícino?

Não podemos definir exatamente para que serve o óleo de rícino. Na realidade, esses elementos naturais são usados para uma série de processos. Inclusive, pois eles não possuem muitos efeitos colaterais no corpo. Assim, o uso fica bem mais amplo para quem se interessar.

Vamos nos focar no uso para melhorar a qualidade do cabelo. Se você tem cabelos muito fracos, pode usar o óleo de rícino para restauração intensa. O couro cabeludo é estimulado com os componentes do óleo, e o cabelo acaba crescendo mais e mais forte, combatendo consequências de pinturas ou ressecamentos por diversas razões.

Por conta dos seus efeitos no couro cabeludo, também podemos afirmar que o óleo de rícino pode ser usado para combate à caspa. Afinal, essa condição pode decorrer de uma progressiva descamação do couro cabeludo, que vai ficando cada vez mais fraco.

Apesar do óleo de rícino ser um óleo, o que pode confundir algumas pessoas, devemos pontuar também que esse elemento também ajuda a tratar cabelos muito oleosos. A oleosidade normalmente pode se dar por conta de um acúmulo de fungos ou bactérias nos fios, e é desse modo que o óleo será usado: para acabar com essa contaminação.

Alguns usos podem ser citados para o combate à condições adversas da pele. A acne é o principal problema tratado por meio de aplicações do óleo de rícino, pois esse elemento pode retirar a oleosidade da pele, mantendo o rosto seco por um longo período de tempo.

Se você estiver com problemas de cicatrização de espinhas, o óleo também pode ser usado como um cicatrizante natural. A reparação da ferida ocorre de maneira rápida e sem efeitos colaterais, o que é uma grande vantagem.

Benefícios do óleo de rícino

O óleo de rícino tem o principal benefício de ser natural. Você não precisa entrar em contato com componentes químicos para tratar o cabelo e a pele, e as condições de saúde tendem a desaparecer com rapidez.

Os medicamentos, principalmente os usados para tratamento de acne, são considerados caros. O óleo de rícino, além de completamente natural, não é muito caro. Você pode encontrar doses do remédio natural por 40 ou 60 reais, enquanto os sintéticos podem custar até 130 reais.

Possíveis reações ao óleo de rícino

Apesar de ser um elemento completamente natural, não podemos considerar o óleo de rícino totalmente recomendado para todos. As gestantes e lactantes, por exemplo, devem evitar o uso desse produto.

Se você tomar grandes quantidades desse óleo, pode sentir diarreia, cólicas intestinais e alergias por contato na pele. É interessante usar poucas quantidades do óleo para começar o tratamento, verificando se não há nenhum efeito de alergia. Se você sentir algum desconforto, deve suspender o tratamento imediatamente e procurar outra fonte de melhorias para cabelo e pele, evitando maiores problemas com a sua saúde.

Leidiana Torres

Sobre o autor | Website

Bacharel em Enfermagem e fundadora do Mente Sã Corpo São. Contato: leidianatdn@gmail.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Como Emagrecer até 8Kg em Apenas 14 DiasSim! Eu quero emagrecer!