Estilo de vida Saúde e Bem Estar Leidiana Torres

O que as empresas estão fazendo para garantir o bem estar dos seus funcionários em home office?

bem-estar do funcionário é coisa séria: pessoas que se sentem reconhecidas e respeitadas pelos empregadores ou no local de trabalho tendem a ser menos estressadas, ter melhor qualidade de vida, mais saúde e, em geral, a produzir mais e melhor.

Não se pode negar que, com o avanço da tecnologia e o aumento das cobranças em ambientes corporativos, os colaboradores têm sido colocados em situações de pressão com cada vez mais frequência. Se não forem bem tratados, as perdas são enormes tanto do ponto de vista humano quanto do financeiro.

Afinal, não se pode negar que uma empresa só cresce quando há pessoas que fazem com que ela cresça. Esquecer disso é um erro imenso, além de ser altamente desrespeitoso e, bom, pouco profissional.

Não por acaso, companhias têm desenvolvido maneiras de oferecer conforto e tranquilidade dos funcionários durante o expediente ou as pausas – máquinas de café, jogos de videogame, bolos, docinhos, aulas de yoga, massagens e similares já fazem parte da rotina das empresas mais modernas.

Com a pandemia do novo coronavírus, que tem afetado o mundo inteiro de forma dramática, o home office se tornou uma realidade. Quem nunca teve o costume de trabalhar em casa pode ver a situação com um pouco de estranheza, é verdade, mas adaptações se fazem necessárias em momentos de crise.

Nesse ínterim, o que as empresas têm feito para manter os funcionários bem, mentalmente saudáveis e produtivos em casa? Neste artigo, falaremos um pouco mais sobre o assunto. Confira.

Bem-estar do funcionário: como o home office pode ser confortável?

De acordo com material publicado na Valor Investe, há empresas de grande porte, como o LinkedIn, que saíram na frente no que tange a busca pela saúde mental dos funcionários: a companhia, que tem aproximadamente 300 funcionários no Brasil, têm oferecido aconselhamento gratuito, feito por especialistas, 24h por dia.

O aconselhamento têm como objetivo auxiliar as pessoas no momento da pandemia, onde muitos estão isolados dos amigos, namorados e familiares, e podem ter dificuldade para se organizar profissional e pessoalmente.

O estresse, a ansiedade e a depressão têm maior possibilidade de afetar os trabalhadores nesse momento, que está tomado de instabilidade, receios e preocupações. 

Nada mais justo, portanto, do que auxiliar os que mais necessitam de uma palavra de apoio, um bom conselho ou a percepção de que, felizmente, a pandemia também irá chegar ao fim.

Outras empresas que têm atuado de maneira a melhor a vida dos funcionários durante a época de home office são:

Natura

Para garantir que os profissionais pudessem atuar com a mesma qualidade, a Natura forneceu a eles notebooks – dessa forma, eles não precisaram investir em computadores para utilizar em casa.

Os funcionários cujo trabalho não poderia ser feito à distância e que se enquadravam no grupo de risco – ou seja, acima de sessenta anos, diabéticos, com problemas respiratórios, doenças preexistentes e similares – receberam licença remunerada.

Durante a pandemia, a Natura tem enviado boletins de novidades aos funcionários e criou um canal de escuta. A partir dos comentários dos próprios colaboradores, a empresa tem buscado maneiras de solucionar problemas do momento atual.

UP Consórcios

A fintech, que foi criada pela Embracon, forneceu aos funcionários notebooks, celulares com internet livre, internet e aparelhos de headphone para que todos pudessem fazer home office de forma confortável.

Para além disso, a companhia disponibilizou aulas de ginástica, alongamento e yoga, para auxiliar não apenas no bem-estar físico, mas na reorganização mental das pessoas que estão em isolamento.

A companhia também conta com uma ferramenta de comunicação interna, para que os colaboradores possam falar sobre as suas dificuldades, planos e necessidades, e para que a produtividade se mantenha em dia.

Loft

A Loft, um dos unicórnios brasileiros, fez uma parceria com a Moodar, plataforma especializada em saúde emocional. Os funcionários da startup podem, sempre que necessitarem, conversar um especialista. 

E o melhor: aparentemente, a parceria continuará após a pandemia, o que significa que mais pessoas poderão se beneficiar de processos terapêuticos durante os anos.

Para além disso, ainda de acordo com a revista Valor Investe, a Loft ofereceu aos funcionários um cartão pré-pago, que pode ser utilizado para pagar contas fundamentais, como a mensalidade da internet ou o valor do telefone móvel. 

O valor oferecido pela empresa também pode ser sacado em caixas 24h e utilizado para pagar contas, comprar medicação, fazer compras no mercado, etc.

Leidiana Torres

Sobre o autor | Website

Bacharel em Enfermagem e fundadora do Mente Sã Corpo São. Contato: leidianatdn@gmail.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.