Doenças Saúde e Bem Estar Leidiana Torres

Doença de Crohn – sintomas, causas e tratamento

A doença de Crohn é uma doença inflamatória intestinal (DII) que causa inflamação no trato digestivo. Esta condição leva à perda de peso, desnutrição, diarréia severa, fadiga e dor abdominal. Especialistas em saúde revelaram que a inflamação relacionada à doença de Crohn pode ocorrer em diferentes áreas do trato digestivo e variar de pessoa para pessoa.

O que é a doença de Crohn?

Na maioria dos casos, essa inflamação afeta os tecidos intestinais e se espalha profundamente em suas camadas. Esta doença é dolorosa e leva a mais complicações em pessoas jovens e seniores. Estudos indicaram que não há tratamento específico para a doença de Crohn.

No entanto, você pode optar por terapia e medicamentos para reduzir os sintomas. Com o tratamento certo e rápido, as pessoas podem melhorar sua condição em pouco tempo.

Doença de Crohn

Doença de Crohn

Sintomas da doença de Crohn

A doença de Crohn ocorre no intestino delgado (íleo). Em alguns casos, esta doença é limitada ao cólon (uma parte do intestino grosso). A última parte do intestino delgado e do cólon são as áreas comuns afetadas pela doença.

Além disso, os sintomas da doença de Crohn são leves a graves. Alguns dos sinais se desenvolvem gradualmente, enquanto alguns sintomas ocorrem rapidamente. Você pode testemunhar surtos de sintomas também.

Os médicos revelaram que, na maioria dos casos, os pacientes não apresentam sintomas por um curto período de tempo. Você pode detectar a doença, mantendo um olho nos seguintes sinais.

  • Fadiga
  • Aftas
  • Dor ou drenagem perto ou ao redor do ânus devido a inflamação
  • Diarreia
  • Febre
  • Perda de peso
  • Apetite reduzido
  • Crescimento lento em crianças
  • Inflamação da pele
  • Inflamação do fígado

Causas da Doença de Crohn

As causas da doença de Crohn são desconhecidas. Muitos estudos indicaram que o estresse e a dieta são as principais causas da doença. No entanto, outros fatores, como hereditariedade ou mau funcionamento do sistema imunológico, também podem contribuir para a doença de Crohn.

Hereditariedade

Especialistas em saúde indicaram que pessoas com história de doença de Crohn provavelmente desenvolverão a doença. Se você identificar os sintomas em um nível inicial, poderá evitar que sua condição se transforme em uma doença crônica.

Sistema imunológico

É comum que um vírus ou bactéria leve ao aparecimento da doença de Crohn. Ocorre quando o sistema imunológico combate um microrganismo estranho, mas destrói as células do trato digestivo, em vez de uma resposta imune irregular.

Tratamento da Doença de Crohn

Seu médico prescreve medicamentos para reduzir a inflamação após examinar a gravidade da inflamação e sua saúde geral. Você pode alcançar os resultados desejados, seguindo o tratamento de acordo com as instruções do seu médico.

Cirurgia

A cirurgia é realizada dependendo da localização e gravidade. Alguns casos requerem a remoção da porção afetada do intestino. Além disso, seu médico pode sugerir a remoção da ulceração no trato digestivo se ela não cicatrizar com medicamentos. Estudos indicaram que a doença de Crohn é uma condição crônica que pode reaparecer após alguns anos.

Suplementos Dietéticos

Pessoas abaixo do peso são propensas à doença de Crohn. A inflamação em seus intestinos afeta a absorção de alimentos. Portanto, suplementos dietéticos ou aconselhamento nutricional são sugeridos para controlar os sintomas.

Medicação

Vários medicamentos estão disponíveis para gerenciar esta condição debilitante. Seu médico pode prescrever um ou mais, dependendo do nível de inflamação.

Aminosalicilatos

Este medicamento anti-inflamatório trata os sintomas ligeiros a moderados e ajuda a prevenir a doença de forma constante.

Agentes Biológicos

Esses agentes são bastante drogas usadas na quimioterapia. Agentes biológicos são prescritos para pacientes com sintomas graves. Você pode usá-los por auto-infecção, por via intravenosa ou oral.

Corticosteróides

Os corticosteróides controlam a inflamação e melhoram o estado do seu sistema imunitário. Esteróides têm efeitos adversos; então, os médicos geralmente os prescreviam por um curto período de tempo.

Agente imunossupressor

Este agente é eficaz para controlar seu sistema imunológico. É por isso que os médicos os prescrevem para suprimir sua imunidade hiperativa, que é comum na doença de Crohn.

Antibióticos

Os antibióticos tratam a infecção e reduzem o crescimento bacteriano no trato gastrointestinal.

Gerenciamento de Estresse

É verdade que o estresse afeta seu estado geral de saúde. Na doença de Crohn, o estresse pode aumentar a gravidade e a frequência dos surtos. Portanto, opte por terapias de controle do estresse e apoio emocional para tratar a doença com sucesso.

Diagnósticos da Doença de Crohn

Especialistas em saúde revelaram que é difícil diagnosticar a doença de Crohn, pois os sintomas são semelhantes a outras doenças e condições como:

  • Doença celíaca
  • Câncer de colo
  • Diverticulite
  • Uma infecção parasitária

Além disso, na maioria dos casos, a falta de exames de sangue específicos também atrasa os diagnósticos da doença.

Colonoscopia

Esta é uma das formas confiáveis ​​de diagnosticar a doença de Crohn. A colonoscopia permite o exame interno da parede intestinal e ajuda o médico a remover os tecidos para um exame completo.

História e Exame Físico

Os médicos muitas vezes começam o tratamento depois de aprender sua história médica e história familiar de doenças intestinais ou distúrbios auto-imunes.

Tomografia computadorizada ou ressonância magnética

Esses métodos são eficazes para monitorar os riscos de outras complicações, como abscessos ou fístulas.

Raio X Abdominal

Para examinar a obstrução intestinal e estreitamento, seu médico pode sugerir uma radiografia abdominal. Os médicos recomendam este raio-x apenas em uma emergência médica.

Ultra-som

Essa é uma maneira útil de diagnosticar doenças em seus órgãos abdominais, como pâncreas, vesícula biliar e fígado.

Dicas úteis para seguir na doença de Crohn

Não há maneira permanente de eliminar completamente a doença. No entanto, você pode seguir o tratamento e algumas dicas de precaução para melhorar sua condição debilitante.

Mudanças na dieta

Você pode optar por uma dieta pobre em fibras para diminuir a frequência excessiva do intestino. Os médicos sugeriram que limitar a produção de laticínios na doença de Crohn pode melhorar significativamente sua condição. Você também deve evitar alimentos produtores de gás, como brócolis, repolho, feijão, frutas cruas e vegetais. Além disso, você pode substituir três refeições grandes por seis pequenas para acelerar o processo de recuperação.

Parar de fumar

Você precisa parar de fumar para impedir os surtos. Na doença de Crohn, o fumo ocasional pode desencadear a doença e levar a sintomas graves, que afetam o tratamento e atrasam o processo de cicatrização.

Gerenciamento de Estresse

A doença de Crohn pode ser desafiadora, o que coloca os pacientes sob estresse severo. Tome nota que você não pode obter os benefícios do tratamento em um estado estressante. Portanto, você precisa aprender habilidades de enfrentamento e técnicas de relaxamento. Desta forma, você estará livre de estresse e focado no tratamento.

Resumo

Como outras doenças, você não deve esquecer os sinais e sintomas da doença de Crohn. Manter um olho nos sintomas não só pode ajudar nos diagnósticos, mas também pode prevenir graves danos à sua saúde. Além disso, ser consistente com o tratamento para controlar os sinais desta doença debilitante.

Leidiana Torres

Sobre o autor | Website

Bacharel em Enfermagem e fundadora do Mente Sã Corpo São. Contato: leidianatdn@gmail.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.