Dieta Perder Peso Remédios Naturais Saúde e Bem Estar Leidiana Torres

O que é a dieta cetogênica? Os seus benefícios e riscos

A dieta cetogênica é uma dieta de emagrecimento, útil para perder peso, que nos últimos anos ganhou em popularidade. Mas o que é, quais são seus benefícios e também os seus riscos?.

Dentro das alternativas nutricionais para perder peso, a dieta cetogênica tem se posicionado como um dos planos alimentares mais recomendados por nutricionistas e médicos.

Se bem que a obesidade é um estado patológico que se caracteriza por uma acumulação suficientemente excessiva de gordura, como para superar o peso correspondente a uma pessoa, a dieta cetogênica tem como principal objetivo: eliminar esse excesso de gordura e fornecer-lhe a pessoa que a realizar, um bem-estar físico e emocional.

O que é a dieta cetogênica?

Como um plano alimentar que consiste na restrição de carboidratos, a dieta cetogênica é basicamente uma alternativa nutricional rica em proteínas e gorduras que busca reduzir significativamente a ingestão de hidratos de carbono.

Os hidratos de carbono em sua maioria são identificados por serem as biomoléculas encarregadas de armazenar e obter energia, contudo, o seu consumo em excesso pode ser a principal causa da obesidade.

Os carboidratos são divididos em dois: os simples e os complexos. Nutricionalmente, recomenda-se consumir mais carboidratos simples, complexos, já que os primeiros são compostos da frutose (frutas) e de galactose (leite e derivado).

Em contrapartida, os carboidratos complexos abrangem a lactose (o principal componente do leite), maltose, a qual se encontra em cervejas e a sacarose, conhecida como açúcar de mesa açúcar comum.

O objetivo da dieta cetogênica não é de eliminar por completo o consumo de carboidratos, mas disminuirlos significativamente para que, metabolicamente, o corpo pode estimular mais a oxidação de gorduras, o que dá lugar à formação de corpos cetónicos.

Conceitualmente, os corpos cetónicos (também conhecidos como cetonas) são produtos que fazem parte dos resíduos de gordura. Ocorrem quando o corpo, em vez de utilizar os açúcares (carboidratos) para gerar e armazenar energia, utiliza as gorduras.

Isso tende a ser um processo natural de as pessoas diabéticas, já que não ao não produzir quantidade suficiente de insulina para transportar a glicose, as células utilizam as gorduras como fonte de energia.

Eis aqui que nasce o termo dieta cetogênica” e sua principal função: produzir corpo cetónicos, através do consumo de puras proteínas e gorduras.

De fato, a proporção de carboidratos em uma dieta cetogénica compreende valores menores do que 50% das calorias totais. Ou seja, se são 2.000 calorias que devem ser consumidas diariamente e isso representa um 100%, em uma dieta cetogénica a penas entre 500 a 1000 calorias são derivadas do consumo de carboidratos.

Vantagens da dieta cetogénica

Rápida perda de peso: estudos nutricionais comprovaram que a dieta cetogênica em comparação a dietas com um consumo maior de carboidratos, ajuda em um tempo relativamente curto para baixar de peso para as pessoas que as conduziam.

Em um mês é possível ver resultados bastante eficazes, com perdas de até 5 kg Um fator importante não só em uma dieta cetogénica mas em qualquer outro plano dietético, é que não importa o que se esteja consumindo, o ideal é que se faça todos os dias à mesma hora. Desta forma, o organismo consegue acelerar o metabolismo e a processar os componentes corretos.

Diminui a retenção de líquidos: devido a que a dieta cetogênica impulsiona o consumo de diversas proteínas de origem animal, como carnes vermelhas (bovina e carne de porco), carnes brancas (frango, peixe, peru), ovos, queijo e, ocasionalmente, alguns frios, em vez de alimentos ricos em açúcares, como principal benefício, conseguem levar o organismo a um estado metabólico conhecido como cetose, onde se perde mais líquido do que massa muscular e se conversa um corpo tonificado.

Gera uma maior sensação de saciedade, o consumo de proteínas e gorduras geram uma sensação de saciedade muito maior do que em pessoas que consomem muito carboidrato.

Os hidratos de carbono conseguem preencher, mas não saciar por completo ao organismo. Além disso, que estas dietas baixas em hidratos de carbono conseguem reduzir os níveis de triglicérides, a pressão arterial e, por sua vez, uma constante sensação de fome e vontade.

Riscos da dieta cetogénica

Por outro lado, as dietas cetogénicas, como qualquer outra mudança radical nutritivo, traz suas desvantagens e riscos.

Entre estes riscos e conseqüências estão:

Presença de determinados sintomas: Como em qualquer dieta que implementa uma mudança radical na alimentação, esta traz tirar vários sintomas e mal-estares como dores de cabeça, náuseas, fadiga, fraqueza muscular e fadiga. De igual forma, durante o decorrer da dieta de cetonas é comum sofrer de prisão de ventre, como consequência do mínimo consumo de fibra, assim como o mau halito halitose.

Não é recomendada para pessoas com problemas cardiovasculares: a dieta cetogênica não é aconselhável a pessoas com problemas de fígado, renais e cardíacos, uma vez que, em alguns casos, tem propiciado o desenvolvimento de arritmias e hipertensão arterial. Também nas dietas cetogénicas existe uma deficiência de minerais, vitaminas e em especial de fibra.

Obs: Recomendo leitura

Dieta Paleolítica, já ouviu falar? A Dieta Paleo tem por princípio utilizar a alimentação natural dos nossos antepassados – os homens das cavernas – que utilizavam a caça e a coleta como hábito alimentar. Desta forma, o cardápio desta dieta exclui todos os alimentos que são processados e prioriza os que podem ser encontrados diretamente na natureza.

Leidiana Torres

Sobre o autor | Website

Bacharel em Enfermagem e fundadora do Mente Sã Corpo São. Contato: [email protected]

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.