Estilo de vida Negócio Saúde e Bem Estar Dilza Taranto

Como organizar melhor o trabalho home-office?

Quem não está acostumada/o a trabalhar em home-office pode estranhar muito no começo. O conforto da casa pode levar à procrastinação e à priorização de tarefas menos importantes. Quem tem filhos esbarra em outra dificuldade que são as infindáveis interrupções pelas crianças, por não estarem acostumadas com a presença de seus pais em casa o tempo todo.

Minha dica é usar seis passos para aumentar a produtividade:

1)    Estabeleça horários – trabalhar em casa não significa fazer as coisas na hora que bem entender. É mais flexível, mas precisa de disciplina redobrada. Defina horários de início e término, de acordo com os horários em que você é mais produtiva/o;

2)    Separe tempo para as atividades pessoais e para as profissionais. Use a técnica “Pomodoro”, com 5 minutos de descanso para cada 25 minutos trabalhados;

3)    Organize seu espaço de trabalho, sem excesso de informação visual, para evitar distrações, e que tenha tudo que precisará em mãos;

4)    Não se deixe distrair por atrativos mais interessantes;

5)    Estabeleça suas “entregas” diárias, os resultados esperados para aquele dia;

6)    Classifique as atividades profissionais em “importantes” – têm prazo, dão prazer e geram resultados positivos; “urgentes” – atividades importantes que não foram feitas no prazo e precisam ser feitas imediatamente; ou “circunstanciais” – tarefas realizadas contra a nossa vontade e aceitamos por não sabermos dizer “não”, não trazem resultado algum e geram frustração.

Christian Barbosa, em seu livro “A tríade do tempo”, afirma que o tempo é uma trindade, classificando as atividades em três critérios: importante, urgente e circunstancial. As três esferas juntas compõem toda a forma como utilizamos nosso tempo, ou seja, o tempo que investimos nas atividades é um indicativo de como administramos nosso tempo.


A tríade ideal é investir 70% do tempo nas atividades importantes, 20% nas atividades urgentes e 10% nas circunstanciais.

O tempo é o único recurso que não retorna. Então, o mais racional é utilizá-lo adequadamente.

“Se não decides tuas prioridades e quanto tempo dedicarás a elas, alguém decidirá por ti.” Harvey Mackay

Dilza Taranto

Sobre o autor | Website

Dilza Taranto é consultora de Recursos Humanos especialista em gestão de pessoas e liderança, mestre em Sistema de Gestão Integrada pela Universidade Federal Fluminense – UFF, possui MBA em Gestão Estratégica de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas – FGV/RJ e tem 35 anos de experiência na área de RH, dos quais 20 atuou como Gestora de Recursos Humanos nos diversos segmentos da Petrobras. Além disso é Master Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching e ex diretora da unidade de Macaé. Foi coordenadora e professora do Curso Politécnico de Recursos Humanos da Universidade Estácio de Sá, em Macaé e da disciplina Gestão de Pessoas no MBA em Gestão da Indústria de Petróleo e Gás da FGV/RJ. Participou de diversos Congressos, Seminários, e Treinamentos na área de Liderança, destacando-se Business Strategy for HR Leaders – INSEAD – Fontainebleau – França. Para saber mais, acesse o site: http://dilzataranto.com ou siga as redes sociais: Facebook: @dilzatarantocoach e Instagram: @DilzaTaranto.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.