Óleo Essenciais Remédios Naturais Saúde e Bem Estar Leidiana Torres

Azeite de alta qualidade traz benefícios reais para a saúde do cérebro

A dieta mediterrânea é uma das melhores maneiras de comer para uma vida mais saudável e mais longa, graças ao seu principal componente, o azeite. As pessoas que vivem na região do Mediterrâneo são algumas das pessoas mais saudáveis ​​e longevas do mundo. O azeite de oliva oferece muitos benefícios para a saúde, mas seus benefícios para a saúde do cérebro são muitas vezes esquecidos. Aqui estão algumas das maneiras pelas quais o azeite de oliva ajuda a manter o cérebro saudável e o protege da degeneração:

Benefícios do Azeite extravirgem para a saúde

Azeite

O azeite é rico em antioxidantes – O azeite é especificamente rico em antioxidantes naturais conhecidos como polifenóis. Na verdade, contém mais de 30 compostos fenólicos que são poderosos antioxidantes e depuradores de radicais livres. Os polifenóis podem proteger o corpo e o cérebro da oxidação causada pelos radicais livres e outras toxinas. A proteção contra a oxidação é especialmente importante porque o cérebro usa muito oxigênio, tornando-o vulnerável à oxidação.

O azeite de oliva é embalado com vitaminas cerebrais essenciais – as vitaminas E e K são duas vitaminas que são importantes para a saúde do cérebro, e o azeite de oliva é rico nelas. A vitamina E, particularmente na presença de vitamina C, ajuda a manter uma boa memória, desacelera a perda de memória e reduz consideravelmente o risco de doença de Alzheimer e demência. Esta vitamina também pode reduzir o dano causado por um derrame, redirecionando o suprimento de sangue após o evento. Por outro lado, a vitamina K ajuda a manter a nitidez do cérebro à medida que envelhece e aumenta a velocidade de processamento cerebral. Também pode aumentar a sua memória, especialmente lembrando palavras, o que é um problema comum à medida que as pessoas envelhecem. Esta vitamina também desempenha um papel na prevenção da doença de Alzheimer.

Azeite de oliva luta contra a depressão – Pesquisa descobriu que a substituição de óleos vegetais insalubres, como canola, com azeite de oliva pode reduzir o risco de depressão em quase 50 por cento. Com base nesse achado, os pesquisadores concluem que o risco de depressão aumenta à medida que a ingestão de gordura trans também aumenta.

Azeite de oliva gera substâncias químicas que aumentam o cérebro – Surpreendentemente, o azeite de oliva também aumenta os níveis de duas substâncias químicas cerebrais essenciais: fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF) e fator de crescimento do nervo (NGF). O BDNF é uma proteína que estimula a formação de novas células cerebrais e pode afastar os efeitos negativos do estresse sobre o cérebro. Ambas as substâncias químicas promovem a formação e restauração de células cerebrais. O azeite de oliva também protege contra a depressão, já que os baixos níveis de BDNF estão ligados à condição.

Azeite ajuda a prevenir doenças neurodegenerativas – O azeite de oliva pode proteger o cérebro do declínio cognitivo. Pesquisas mostraram que consumir mais gorduras monoinsaturadas aumenta a memória e outras funções cognitivas em adultos mais velhos. Além disso, outras pesquisas revelaram que aderir a uma dieta mediterrânea rica em azeite de oliva pode reduzir o risco de doença de Alzheimer em até 40%. O azeite, como parte da dieta MIND, mostrou reduzir o risco de doença de Alzheimer em 53%. Oleocanthal, um polifenol anti-inflamatório encontrado no azeite, também desempenha um papel na prevenção de Alzheimer, uma vez que pode atravessar a barreira hematoencefálica para limpar o cérebro de proteínas beta-amilóides ligadas à doença de Alzheimer.

Além de seus benefícios para aumentar o cérebro, o azeite de oliva também estimula o sistema imunológico, aumenta a densidade óssea, protege o coração de doenças e reduz o risco de diabetes.

Escolhendo o azeite certo

Como mencionado acima, o azeite fornece muitos benefícios para a saúde. No entanto, o tipo de azeite é importante. Ao comprar azeite de oliva, certifique-se de escolher apenas azeite extravirgem. O azeite extravirgem é extraído por prensagem mecânica, enquanto outros tipos usam solventes químicos para extrair o suco. Isto significa que o azeite extravirgem é de maior qualidade e contém mais polifenóis. Além disso, verifique as datas de fabricação e expiração do produto e evite aqueles com mais de um ano de idade. Além disso, compre apenas azeite extravirgem em um vidro de cor escura e não plástico para evitar a luz e mantenha o bisfenol A (BPA) fora do óleo.

Leidiana Torres

Sobre o autor | Website

Bacharel em Enfermagem e fundadora do Mente Sã Corpo São. Contato: leidianatdn@gmail.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.